Confusão de Dados nos Sites Atuais

Hoje estava fazendo uma análise de dados de algumas empresas e me deparei com uma divergência de valores entre os meus dados e os dados de um site que costumo olhar. Imediatamente fui no último demonstrativo contábil para verificar e, sim, meus dados eram os que estavam corretos.

Resolvi verificar os demais sites e acabei encontrando uma bagunça. O item que eu procurava era a Receita Líquida da B3 (B3SA3) nos anos 2019 e 2018. Para mim não existe como errar a busca deste dado porque como os Demonstrativos são padronizados pela CVM, a Receita Líquida é a primeira linha de uma DRE. A imagem abaixo é o que olho e anoto nos meus registros:

 

Portanto, a Receita Líquida em 2019 é de 5.907.756 e a de 2018 é de 4.831.915. Simples. Agora veja como os diversos sites registraram isso:

 

Alguns sites ainda conseguiram acertar a Receita Líquida do ano de 2018, mas nenhum dos seis sites aqui visualizados conseguiu acertar o ano de 2019. Mesmo assim era curioso pois todos registraram o mesmo valor sobre a denominação RECEITA LÍQUIDA.

Tive a brilhante ideia de ir atrás deste valor. Verifiquei se não havia atualização do Demonstrativo no site do RI. Não havia (eu teria recebido um email do RI caso houvesse também).

Foi então que lembrei que só poderiam estar confundindo com a Receita Bruta. Foi batata! Veja a Receita Bruta na nota explicativa do próprio Demonstrativo da B3.

 

Com isto eu demonstro que os responsáveis pelos sites pesquisados não leem os demonstrativos. Eu pergunto: Como um investidor que irá aplicar seu dinheiro pode confiar em sites assim? Os sites gratuitos eu até poderia relevar, mas para aqueles que são pagos isto é imperdoável. Você paga por informação de qualidade e não por robôs.

O que espero deste artigo, sinceramente, é alertar os colegas investidores que usem estes sites apenas como informação para separar o lixo. Quando tiverem selecionado algumas empresas, olhem diretamente os Demonstrativos no site de RI.

Caso algum responsável destes sites leia este artigo espero que reconsidere revisar seus números e torne seu site mais confiável transmitindo ao seu leitor que aqueles dados foram revisados. Isto seria o mais digno a se fazer.

Eu sei que dá trabalho. Eu mesmo coletei pessoalmente os dados que utilizo para análise em cada balanço de 2019 em mais de 100 empresas. Isto demorou tanto que quando acaba de lançar um trimestre já estavam quase saindo novos balanços.

Em 2020 tenho a meta de fazer uma base de dados confiável aqui mesmo neste site. O layout não é dos mais bonitos, mas já há um exemplo da Taesa disponível. O objetivo é que seja tudo gratuito, até mesmo porque eu já teria o trabalho de fazer isso para mim e o custo até o momento é bem baixo.

Para que não falem que foi uma exceção o caso da B3, vou deixar mais um exemplo, o EBITDA da Ambev no ano 2019. Mas existem bem mais casos.

5 comentários em “Confusão de Dados nos Sites Atuais”

  1. Eu já percebi vários desses erros, mas como ainda sou um investidor inciante e aprendendo a ler os balanços, achava que eu estava lendo ou interpretando os números de forma errada, até porque muitas empresas usam diferentes nomes para uma mesma coisa e muitas vezes não sei diferenciá-los. Cheguei a achar tantos erros que eu colocava os números desses sites no lugar dos que eu lia nos resultados do RI porque eu achava que interpretava errado e os sites eram mais confiáveis que a minha análise.
    Obrigado por mostrar isso, vou rever todos os números que tenho das minhas empresas.

    1. Quem bom que serviu de alerta e com isso você sentirá mais confiança na sua análise. Caso tenha algo gritante pode postar aqui que a gente vai atrás juntos. Mas a fonte principal é sempre o RI. Essa da confusão da receita bruta e receita líquida estava gritante e em todos os sites. Isto pode mudar os parâmetros da análise quantitativa nos levando a descartar uma empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.