Setores – Análise

Neste post você inciará o estudo de seleção de ações segundo o meu Método. Você poderá acompanhar toda a sequência da seleção no Menu Método. Nesta primeira parte vamos estudar os setores das empresas.

Setores

As empresas listadas em bolsas são separadas por setores/segmentos. Como exemplo temos Saúde, Bancos, Bebidas, Elétricas, Saneamento, Seguradoras, Telefonia.

Gosto de utilizar o site Fundamentus para filtrar os setores das empresas. Na página principal basta ir em Busca Avançada e escolher os segmentos que se deseja estudar, como nas imagens abaixo:

Os setores são importantes no início do processo de seleção das ações que irão compor sua carteira. Existem setores que existe apenas uma ação e outros com várias ações, como esse do exemplo, de Saúde. Você ficaria em dúvida em qual ação investir dentro de um setor tão cheio de opções.

Um dos princípios básicos do investimento em renda variável é a diversificação. E a diversificação por setores é um dos primeiros passos a se preocupar.

Entretanto, dificilmente você conseguirá diversificar em mais do que 10 setores. Logo, numa carteira de 20 ações você poderá ter de 1 a 4 ações de cada setor, concentrando no máximo 20% da sua carteira em um único setor.

Como fica a Carteira Simulada?

Agora vamos verificar a CARTEIRA SIMULADA na questão de diversificação em setores. Você pode acessá-la no nosso primeiro post, AQUI.

Veja que consegui distribuir as ações em 12 setores diferentes, variando de 1 a 3 ações em cada setor. Verifique também que alguns setores não foram incluídos na carteira. Você poderá incluir caso entenda que faça parte de sua estratégia.

É neste momento que cada investidor começa a definir sua estratégia de composição de carteira de ações. Por motivos diferentes, eu não gosto de alguns setores. A experiência me fez tirar alguns e outros eu realmente não me identifico.

Fidelização, por exemplo, inclui a Smiles (SMLS3). Esta empresa é fortemente dependente da GOL. Recentemente a GOL divulgou que não pretende renovar seu contrato com a Smiles na questão das milhas aéreas. Sendo assim, não entendo que o setor de Fidelização seja perene, durável por algumas décadas. Também tem o caso da Multiplus que deixou de negociar suas ações este ano.

Não foram incluídos na tabela acima, mas existem setores/segmentos como Petróleo e Aviação que muitos leitores podem se identificar.

Esta diversificação por setor, como dito anteriormente, é importante. Veja que caso haja algum fato relevante no setor bancário, apenas 2 ações ou 10% da carteira estará comprometida.

Gosto sempre de relembrar, ao final de cada postagem, que as ações aqui divulgadas não são recomendações de compras. Elas fazem parte de um Método Didático de escolha de ações e Planejamento de Investimento visando a construção de uma Carteira Previdenciária.

Cada investidor deve se apropriar do conhecimento em si e aplicá-lo à sua própria estratégia que será definida e aperfeiçoada ao longo de sua caminhada financeira durante a vida inteira.

Espero que o Assunto SETORES tenha ficado claro. Qualquer coisa que eu tenha esquecido de mencionar ou qualquer dúvida basta postar nos comentários.

Abraço e até a próxima publicação!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.